A Melancia sobre o livro em espanhol

Pode-se dizer que a  leitura é um hobby que embeleza a vida de milhões de cidadãos mundiais, seja um livro acadêmico ou mesmo um gibi,  é sempre bem vinda a atitude de decifrar letras, códigos, cores e construir dentro de si um emaranhado de histórias, de sonhos.

Foi exatamente a  leitura que abriu o horizonte de descobertas dentro de mim, mas de uma maneira peculiar… é sabido que ler para mim é um prazer, algo gostoso, iiiissso mesmo, gostoso. Mas ultimamente andava lendo um certo livro em espanhol, peguei um livro “dele”, sim… pois considero um livro de leitura simples, bom para desenvolver uma leitura fluida, contando claro, com o aprendizado de um segundo idioma.

O que não percebia nessa teia de intenções, era que o prazer pela leitura começava a ficar em segundo plano… e isso se tornou então uma grande metáfora para a vida em si, em que é tão difícil sentir o prazer, vivenciar o prazer, já que acabamos encontrando subterfúgios para fazê-lo de maneira obrigatória

Aí você me pergunta: E o que a tal da Melancia tem haver com isso?

Melancia, não a fruta, o livro… foi um best seller lançado por Marian Keyes que alcançou uma vendagem volumosa, mas que não é assim aquele livro que a crítica enalteceria. Antes de ter essa clareza de idéias, eu diria que é mais um livro caça níqueis – sem qualidade. Hoje, eu percebo que é um livro que provocou o prazer da leitura em muitas pessoas.

Sob esse novo prisma, o livro em espanhol cai por terra frente a uma simples Melancia, o que fica é o aprendizado que não se deve transformar os hobbies, nem os prazeres em obrigação. Assim como os livros, nem a crítica, nem os críticos devem criar a regra do que é o prazer para todos, somente aquilo que descola nossos pés da terra será prazer e cada cidadão desse mundo deverá encontrar os seus e

                                                                                                                      mais do que isso, lutar  para preservá-los.

Advertisements

3 Comments

  1. nguyencuongaa said,

    July 26, 2009 at 7:34 am

    If you like this article maybe you also like some article in my site
    Please visit here
    Thank you

  2. carla camargo said,

    August 1, 2009 at 2:55 pm

    ai ana, ando me preocupando! acabar a vida lendo best seller não era bem o que eu me imaginava fazendo, mas não é que eu ando gostando? será que eu virei uma pessoa média? esperada para gostar de um livro? tô tão previsível assim? melancia eu não li, mas a menina que oubava livros, o menino do pijama listrado, caçador de pipas e o marley e eu me pegaram de jeito! que saber, foda-se. adorei mesmo mas o último eu só vi em filme!

    Eu gosto de ler sobre os bororo e os xavante, mas leitura mais simples cai muito bem também.

    bjo bjo. te amo.

    • sagarana said,

      August 1, 2009 at 4:22 pm

      Não se martirize por isso… há espaço para ler de tudo na vida. Poderia ser pior… poderíamos ser crianças e nos obrigarem a ler livros de ensino religioso hehehehe…

      te adoro


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: